Danielle S. Santos, Estudante
  • Estudante

Danielle S. Santos

Campinas (SP)
16seguidores18seguindo
Entrar em contato

Sobre mim

"A força do direito deve superar o direito da força" - Rui Barbosa
Estudante de direito, estou no 9º semestre da faculdade ESAMC Campinas, com experiência na área civil, mas atualmente estou atuando na área trabalhista desde março de 2017 no escritório Moura, Franco e Nobrega de Almeida Sociedade de Advogados.

Comentários

(18)
Danielle S. Santos, Estudante
Danielle S. Santos
Comentário · há 2 anos
Sr. Jose Roberto caso tenha esquecido no meu comentário eu destaquei não sou a favor da multa justamente porque muitos homens foram educados a ser machistas e na maioria das vezes não tem noção de que estão sendo abusivos (afinal são privilegiados), homens não são mulheres, vocês nunca vão entender como é assustador um completo estranho te provocar na rua, eu não ataquei ninguém, inclusive como militante feminista a única coisa que eu gostaria é ter os mesmo direitos que os seu, quantas mulheres completamente desconhecidas provocaram o senhor rua? Quantas vezes o Sr. teve medo de ser estuprado na rua? Já teve medo ser violentado na rua por estar usando a roupa que te deixa confortável? Quantas vezes já deixaram de contratar o Sr. em algum emprego por conta dos seus hormônios? Quantas vezes te culparam por ser um homem?. Sabe o tempo todo nós mulheres precisamos nos justificar por tudo, será que pelo menos em algum momento vocês não poderiam tentar se colocar no nosso lugar e pensar um pouquinho, eu sei que é difícil fazer isso quando se tem tantos privilégios é difícil ver as mulheres se mostrando que de fato são capazes de fazer tudo o que vocês fazem dentro da sociedade, mas que tal um pouco de empatia com o próximo e pensar um pouco em tudo o que já passamos e ainda somos obrigadas a passar. E sim Sr. Jose o seu comentário foi bem machista, não dá para lhe dar com assédio com o um simples jogo de cintura, principalmente quando esse tipo de coisa trás tanto medo para um ser humano (eu estou aqui me referindo as mulheres, mas digo em nome do todos os seres humanos independente do gênero e de sua orientação sexual).
Danielle S. Santos, Estudante
Danielle S. Santos
Comentário · há 2 anos
Dr. Claudio eu não sei se percebeu mais no seu comentário você esta dizendo que mulheres que denunciam assédio em sua grande maioria são mentirosas, esse processo de ir até a autoridade denunciar e ir até o final de tudo isso, é extremamente desgastante, já é difícil a vítima muitas vezes reconhecer que ela passou uma situação dessas, ai quando ela reconhece ainda precisa lhe dar com muita gente fazendo mil perguntas e duvidando de todos os argumentos dela. Eu diria atualmente (fugindo até desse contexto da multa) que já é muito complicado para mulher provar que foi assediada, até mulheres que foram agredidas de fato (com ferimentos visíveis) são tratadas com dessa forma. Não devemos culpar as próprias mulheres, não devemos nunca culpar uma vítima (claro que é preciso sempre averiguar os acontecimentos, mas é visível como a mulher é rebaixada nesse processo em muitas delegacias e por muitas pessoas).

Existem oportunistas em todos os lugares, mas em um processos como este eu acho muito mais difícil de encontrar justamente pelo caos que é passar por ele. E entrando no contexto da multa eu penso que teríamos menos oportunistas ainda, visto a demora que é para comprovar um depoimento (que é necessário!), caso o assédio seja reconhecido precisa fazer o assediador pagar a multa (ai não sei como funcionaria, mas acredito que seria uma multa destinada ao estado) e talvez ir para esfera civil pedir dano moral por constrangimento, que sinceramente não iria render muita coisa visto a posição atual dos nossos magistrados diante de questões desse tipo.

Eu já assisti esse filme "O sol nasce para todos" (ótima indicação inclusive), mas infelizmente no Brasil hoje o número de mulheres que realmente sofreram um assedio de fato é muito grande, e todas temos alguma história para contar, o machismo é cultural por aqui e cabe a nós seres humanos reconhece-lo e mudar o nosso comportamento.

Perfis que segue

(18)
Carregando

Seguidores

(16)
Carregando

Tópicos de interesse

(3)
Carregando
Novo no Jusbrasil?
Ative gratuitamente seu perfil e junte-se a pessoas que querem entender seus direitos e deveres

ANÚNCIO PATROCINADO

Outros perfis como Danielle

Carregando

Danielle S. Santos

Entrar em contato